%@*@M*-$& os peixinhos

salmon-sushi-1328173-639x378

Na moral, vamos combinar. Eu como carne, adoro uma costela e um cupim. Coração de frango então. Mando descer o espeto na mesa. Eu, por outro lado, também gosto de bichos, não os quero mal, obviamente. Gosto de cachorro, gato, passarinho, tartaruga, baleia e golfinho, apesar de não aprisionar nenhuma dessas espécies na minha casa.

Mas sabe? Estou com o baú lotado, e a paciência pra defensor de petzinho já vazou lá pra Marte. Deve estar boiando nas prováveis lagoas debaixo da crosta vermelha extraterrestre. Dá licença, que eu vou falar. De uma vez por todas. Sou velha, apesar de bela e fofa, e por isso tenho malas e malas na bagagem para falar. Não me venha com retórica medíocre.

Conheço uma fulana toda defensora de cães e gatos. Nada contra. Mas o que mais me intriga é que ela é uma cliente vip de restaurante japonês. Come carne de peixe a quilos. Apesar de ser considerada uma comida magra, saudável e leve, a mulher tá gorda. Uma jubarte em pessoa. Pra ela, a morte do peixinho que recheia o bolinho gelado de arroz que ela come no salão do empreendimento oriental não tem a mínima relevância.

Sei que o assunto é polêmico. Mas não dá pra apenas aceitar o fato de que a tradição e a cultura de séculos são os pontos que regem a lógica. Sabe, peixinho, vaquinha e porquinho que se explodam. Quis o destino que assim fosse, são criados para cair no prato mesmo. Cozidos, assados, fritos ou até mesmo crus.

Não quero aqui defender os vegetarianos ou atacar os protetores dos animais. Longe de mim, pois tenho mais o que fazer. Sou uma velha ocupada. Há, porém, de se ampliar o discurso. O debate, melhor dizendo. O assunto precisa sair de cima do muro. Tomar de fato um rumo. Edificar-se.

Já passa do momento de ampliarmos a reflexão. Para não cairmos nos modelos bate-panela por uma cor só ou apito amigo dos gramados guaranis. E acabar comendo pizza com os amigos ou rebolando em ensaio de escola de samba, como se estivesse tudo certo por aí.

Falei.

(por Tia Antônia)

Foto: FreeImages.com/Quil

Somos um grupo secreto. Nosso objetivo é, secretamente, contribuir para fazer do mundo um lugar melhor. Somos todos personagens alter-egos do jornalista Rodrigo Rezende e mais algumas coisas. Para falar com ele, mande um e-mail para papelvegetall@hotmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s