Uma caneca de ciência gratuita

pint-of-science

Cientistas saem dos laboratórios e das universidades para trocar uma ideia com você sobre ciência e tecnologia, e, quem sabe, tomar uma cerveja ou um café. Essa possibilidade é real e vai acontecer pela segunda vez no Brasil, de 23 a 25 de maio por meio do festival Pint of Science. O evento é gratuito, as pessoas só pagarão o que consumirem nos locais onde acontecerão os bate-papos científicos.

Você pode garantir a sua dose para participar em sete cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Campinas (SP), Dourados (MS), Ribeirão Preto (SP) e São Carlos (SP). O Pint of Science vai acontecer simultaneamente em mais de 100 cidades, em 12 países. Além do Brasil, os outros 11 países que vão participar da iniciativa são: África do Sul, Alemanha, Austrália, Áustria, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, Inglaterra, Irlanda e Itália. Melhor do que Copa do Mundo ou Olimpíadas! Os Cachorros Fumantes certamente estarão nessa. Esperamos te ver por lá! Confira a programação em cada cidade no Brasil, clique aqui.

“Nesta época de obscurantismo e acesso fácil à desinformação, o Pint of Science surge como uma oportunidade de ser uma vela na escuridão, diminuindo o abismo entre os cientistas e a sociedade”, ressalta a coordenadora da iniciativa no Brasil, Natalia Pasternak. “O evento também cria a oportunidade de estabelecermos uma comunicação mais informal, descontraída e humana, a fim de que possamos oferecer um brinde à ciência”, acrescenta.

A iniciativa segue o modelo dos grandes festivais de música, em que os artistas se apresentam simultaneamente em vários palcos a cada noite. Só que, nesse caso, os artistas são os pesquisadores e demais participantes convidados para conversar com o público em cada restaurante, café e bar que vai abrigar o Pint of Science.

Em vez de música, a sinfonia que será ouvida nesses palcos está ligada a átomos, genes, vírus, cérebro, sociedade, tecnologia, sustentabilidade, planetas, galáxias e muito mais. Haverá uma verdadeira orquestra de temas, que serão discutidos por um coral de vozes.

História – O Pint of Science começou na Inglaterra em 2013. A ideia, segundo os organizadores no Brasil, surgiu um ano antes, quando dois pesquisadores do Imperial College London, Michael Motskin e Praveen Paul, organizaram um evento chamado Encontro com pesquisadores. Nesse encontro, pessoas acometidas por Alzheimer, Parkinson, doenças neuromusculares e esclerose múltipla foram convidadas para conhecer os laboratórios dos pesquisadores e ver de perto o tipo de pesquisa que realizavam. De acordo com o site do evento no Brasil, essa experiência foi tão inspiradora que os dois decidiram propor um evento em que os pesquisadores poderiam sair de seus laboratórios para conversar diretamente com as pessoas. Foi assim que nasceu o Pint of Science. Do caralho!

(Por Bárbara, inspirada pela a Agência Fapesp)

Foto: pintofscience.com.br

Somos um grupo secreto. Nosso objetivo é, secretamente, contribuir para fazer do mundo um lugar melhor. Somos todos personagens alter-egos do jornalista Rodrigo Rezende e mais algumas coisas. Para falar com ele, mande um e-mail para papelvegetall@hotmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s